quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Comida de avião – Lufthansa - Vôo Rio-Frankfurt

Inauguramos a partir de hoje uma série de posts que, espero ajudar muita gente na escolha da companhia aérea.
A série se chamará “comida de avião” e a terá a finalidade de avaliar a companhia aérea através da sua comida a bordo, afinal encarar 10/12 horas de vôo à base de comida intragável na classe econômica é desumano não é mesmo?

Além disso, uma (má) experiência pessoal, hoje me faz escolher a empresa aérea pelo conforto e pela comida.

O vôo inaugural desse post também é uma novidade para muita gente.
  
Avaliamos as refeições servidas no vôo de 12h de duração, LH 501 do dia 22 de dezembro de 2011, no trecho Rio-Frankfurt da companhia aérea Lufthansa e o vôo de 1:30h de duração, LH 288 do dia 23 de dezembro de 2011, no trecho Frankfurt-Bologna da mesma companhia aérea.
A Lufthansa iniciou o primeiro trecho em novembro passado (2011), sendo assim, é uma novidade para muitos cariocas.

Devo dizer que ficamos muito satisfeitos com o vôo em geral.


O avião, um A340-300 era novíssimo, com tela individual para cada poltrona e espaço razoável entre elas. O marido tem 1,93m e para ele esse fator conta muito.

Bom, mas vamos o que interessa não é mesmo? A comida a bordo.

O vôo decolou às 23:30h e por volta de 00:30h começaram a servir o que poderíamos chamar de petisco. 

Bebidas em geral (sucos, água, refrigerante, cerveja e vinho) e um biscoito salgadinho muito bom.




Na seqüência as toalhinhas higienizadoras e o jantar. Só não entendi porque as toalhinhas vieram depois do petisco.

Gostaríamos de ressaltar que, para enriquecer este post, o marido orgânico antes do embarque solicitou  para ele a refeição especial vegetariana. 

Como essas refeições especiais são solicitadas pela minoria de pessoas a bordo, elas são servidas primeiro. 

A dele chegou com os seguintes pratos:


Salada: cenoura, pepino, tomate e ricota.
Básica e gostosa, segundo ele. No entanto achei que faltou um molho para temperar.

Salada de frutas e salada salgada
  
Prato principal: penne al pomodoro, ou seja, massa com molho de tomate. Ele gostou. Eu provei e achei gostosinha. Básica.

Penne com molho de tomate
Sobremesa: salada de frutas.
Essa parte eu achei fraca.
Acho que não é porque o cara é vegetariano tem que comer só frutas e verduras no seu estado primitivo.
Conheço restaurantes vegetarianos simples que servem doces de frutas muito gostosos. Fica aí a dica.

A refeição veio acompanhada de pão, manteiga e um queijo polenguinho.
O meu jantar foi servido logo em seguida e eu podia escolher entre carne ou frango. Fiquei um pouco decepcionada por não ter massa e optei pela primeira opção.

Quando chegou à mesa veio a surpresa: purê de batatas, carne assada com um molho madeira delicioso e legumes. Parecia uma comidinha caseira sabe? Ponto para Lufthansa.


A bandeja ainda continha:


Pão e manteiga;
Salada  de pepino, manga, atum e limão para temperar. Muito gostosa.
De sobremesa um bolo/pudim molhado com uma calda que não sei explicar bem, mas também estava muito boa.


Depois da refeição dormimos como anjinhos e logo pela manhã, fomos surpreendidos pelo café da manhã aproximadamente 3 horas antes do avião pousar.

Como na refeição anterior,  o desjejum vegetariano chegou antes dos outros. A bandeja estava composta de:

Pão, manteiga e geléia;
Iogurte de morango;
Salada de fruta;
E uma espécie de crepe doce com passas.
O marido gostou bastante. Eu provei e gostei também.

 O meu desjejum era composto de: 


Pão, cream cheese, manteiga e geléia;
Iogurte de morango;
Salada de frutas;
E omelete acompanhado de tomate e batatas sauté.

Confesso que não gostei do omelete. Achei um pouco gorduroso e salgado. Preferi encarar só o pãozinho mesmo. 

Depois de feita a conexão embarcamos no próximo vôo, Frankfurt-Bologna.

O vôo foi curto (1:30h), sendo assim foi servido apenas bebidas e um chocolate (grande) milka Alpenmilch. Ok justo.
 

A nossa avaliação geral é que voaríamos com a Lufthansa novamente.
Apesar de algumas falhas, acho que dentre as companhias que já viajei para a Europa, a Lufthansa  aparentou ser a mais cuidadosa com sua aeronave.

Sua tripulação foi atenciosa,  no entanto os comissários de bordo não falavam português.
A comida a bordo atendeu a expectativa para a classe economia, na qual viajo.

É muito importante terminar esse post frisando bem que nós não ganhamos nada para fazer propaganda de qualquer empresa que esteja sendo citada nos posts do blog. Por isso podemos expressar nossa opinião livremente.
E você já teve alguma experiência boa ou ruim com a comissaria de bordo da Lufthansa?
Conta para gente!

Até  o próximo vôo e
Bom apetite

12 comentários:

  1. Parabéns pela análise. E que venham outras.

    ResponderExcluir
  2. Dani
    Bom saber estas informações da Lufthansa ! prato para vegetarianos é a proposta ! Fica a dica !

    ResponderExcluir
  3. Sim Bruna! Para quem não se incomoda em comer carne é um tima opção bjs

    ResponderExcluir
  4. Irei vijar de Lisboa ao Rio agora em Março, e será a minha 1ª viagem pela lufthansa ( voo longa distancia ). Irei num A340-600 e escolhi o assento 41A. O que vcs acham??? Boa a escolha?
    Well.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Well
      Não sou especialista em tipos de avião rs.
      Me parece que a poltrona A é janela. A janela não é boa para quem se levanta com frequência incomodando quem está do lado, porém é ótima para quem dorme horasssss e não quer ser incomodado.
      Bjs
      Dani Bispo

      Excluir
  5. Obrigado, Dani. Estarei embarcando para Dublin, com conexão em Frankfurt e é legal saber desses detalhes.

    ResponderExcluir
  6. Obrigado, Dani. Estarei embarcando (lufthansa) para Dublin, com cconexão em Frankfurt e é bem legal saber desses detalhes. Vlwzão!!

    ResponderExcluir
  7. esses são os alimentos servidos nca classe eonômica?

    ResponderExcluir
  8. Respostas
    1. Sim, esse post foi escrito na classe econômica

      bjs
      Dani

      Excluir

Booking.com
Pin It button on image hover