sexta-feira, 2 de março de 2012

Sacher torte - Innsbruck - Áustria


Reza a lenda que a Sacher torte foi inventada por Franz Sacher em 1832 para o príncipe Metternich, mais tarde em 1876 seu filho, dono do Hotel Sacher, registrou a marca e, até 1895 envolveu-se em uma briga judicial com a pasteladria Demes pela marca no qual saiu vitorioso.

Hoje são produzidas, pelo hotel, 270.000 unidades dessa torta de chocolate por ano e a família Sacher, que não é boba nem nada, abriu outras filiais do Café Sacher pela Áustria. Nós aproveitamos a ida a Innsbruck para conhecer a famosa torta na filial de lá.

Ao chegar, fila na porta. O marido queria desistir, mas fui firme no meu propósito. Depois de 15 minutos de espera lá estávamos nós sentadinhos na nossa mesa curtindo de um clássico ambiente austríaco.


O marido animado pediu logo um chocolate quente. E era "Ô" chocolate quente com direito a super creme de chantily e tudo mais.

Eu, apesar de ser uma formiga, sabia que o chocolate seria enjoativo demais para minha pessoa pedi um chá light.

Rapidinho chegou a estrela da tarde: a Sacher torte.


A Sacher torte é uma super torta. São duas camadas de bolo de chocolate, não muito doce, e uma pequena camada de geléia de damasco no meio. Para finalizar uma cobertura de chocolate amargo bem espessa. A torta é tradicionalmente servida com chantily. 



Minhas impressões: Os vienenses acham a torta seca demais para ser consumida simples e eu sinto em informar que também achei. 

Não achei a torta lá essas coisas e o marido louco por chocolate também não se animou. 

Adoro tortas MUITO doces e molhadas então, acho que por isso achei a massa da torta muito seca, não é muito doce. Parecia um bolo velho sabe? Não curti!

Além disso, no mesmo dia pela manhã, quando falamos para a jovem recepcionista do hotel sobre o Café Sacher, ela torceu o nariz. Disse para irmos na pequena pâtisserie que fica em frente ao Café Sacher. Eles vendem tem a mesma torta (que não é Sacher logicamente). Ela nos garantiu, como Austríaca, que era muito melhor! Nos disse também que o Café Sacher é muito turístico. 

Como gosto de experimentar o "turístico" e o "nativo", essa pâtisserie ficou assombrando minha memória. Infelizmente não deu tempo e deixamos para uma próxima vez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Booking.com
Pin It button on image hover