quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Shake Shack - Nova Iorque - EUA


Se tem uma coisa que o danado do Americano sabe fazer bem e adora, é o tal do hambúrguer. 

Mas não estou falando necessariamente dos hamburgers com gosto de plástico das grandes redes de fast food. Estou falando de hambúrguer com gosto de hambúrguer!

Apesar de evitar esse tipo de comida, estando nos Estados Unidos jamais poderíamos deixar  de experimentar os ditos "melhores hamburgers da cidade".  Não sou somos tão radicais a esse ponto. O que nos negamos a comer foram essas comidas de plástico e gordura feitas em série.

Ao chegar à cidade perguntei ao nosso amigo americano John sobre o hambúrguer da rede Shake Shack pois havia lido que era muito bom. Ele me respondeu go, it's aWsome!

E nós fomos! Duas vezes.

A primeira não foi a melhor experiência, mas deu para ver que a coisa era boa.

Depois de um dia exaustivo e sob chuva, nos dirigimos à principal loja da rede no Madison Square Park. Na verdade não é uma loja e sim um grande quiosque. O lugar é bonito e imagino que à luz do dia deve ser muito agradável comer por lá.

Mesmo com a chuva as pessoas se mantinham em suas mesas devorando seus lanches com os guarda-chuvas abertos.

Pensamos em fazer o mesmo a final já estávamos molhados mesmo. Mas a chuva apertou, aí compramos o nosso lanche e o levamos para casa.

Logicamente o lanche chegou frio. A solução foi esquentar no microondas e nos deliciar.
Mesmo murcho gostamos tanto que alguns dias depois  resolvemos voltar. 

A segunda vez foi na filial da 86th St atrás do Museu de História Natural.


Os pedidos foram os mesmos só trocamos a ordem dos burgers.

Dessa vez o marido pediu um Shack burger duplo ($7,10) que vinha com queijo americano, alface, tomate e molho shack.


E eu, que normalmente sou mais carnívora que ele, pedi um 'Shroom burger vergetarian ($6,55) – Neste sanduba a carne bovina do sanduíche é substituída por um super burger de cogumelos shitake empanado acompanhado de queijo derretido alface, tomate e molho shack. 

Para completar Cheese fries e para beber...

... ia escolher milk shake que dizem ser a estrela da casa, no entanto, fui vetada pelo marido.

Depois dessa grande decepção tive que optar pelo refrigerante de laranja (oops). Ahh para! Ok eu sei, muitas calorias, mas para mim não tem como comer hambúrguer com suco ou água! Não combina sacou? É como tomar cerveja e comer pão doce!


Vamos as nossas avaliações:

O burger convencional é realmente um BURGER. Já li que pessoas deixaram de ser vegetarianas por causa dele. Eles usam 100% de carne de Angus (aquela raça de bois que tem uma carne toda especial) livre de hormônio e antibióticos. As carnes são moídas diariamente para garantir sempre burgers frescos. Ah, ao menos que você peça diferente os hamburgers são sempre fritos "ao ponto" (midium). 

O burger vegetariano não deixa nada a desejar e se você não é tão carnívora ou quer experimentar algo diferente. Pode ir nele que vai amar. Leve e delicioso.


A batata frita é um caso de amor à parte. Até o marido que teoricamente não liga para elas se empolgou. Elas possuem um corte todo especial enrrugadinha. Além disso são 100% livres de gorduras trans e possuem 25% menos de gordura do que as batatas vendidas por aí (isso é tudo marketing, elas engordam tanto quanto as outras kkk).

Da segunda vez pedi com queijo, estava boa, mas confesso que prefiro sem. Gosto da crocância dela molhadinha só no catchup. 

Nem precisa dizer que gostamos bastante do Shake Shack não é? Apesar de caro para os padrões fast food americanos, seus sanduiches são saborosos e fresquinhos.

Em Nova Iorque esqueça as grandes redes e experimente o Shake shack e depois venha aqui nos contar!

Até o próximo post!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Booking.com
Pin It button on image hover