quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Amir–Copacabana–Rio de Janeiro

Copacabana não era um bairro assim, “gourmet” mas o aquecimento da economia e os altos preços dos imóveis em Ipanema e Leblon, está levando muitos restaurantes a abrir suas portas no bairro. A Boulangerie Guerin e o TT Burger são um exemplo disso.

Fora as novidades, Copacabana oferece algumas surpresas “tradicionais. O restaurante Amir é uma delas.

Já havia planejado diversas vezes de conhecer esse restaurante que não cansa de ganhar prêmios como a melhor culinária árabe da cidade, no entanto, como ele se localiza em uma parte do bairro onde quase nunca paro, a Praça do Lido, ficava sempre esquecido.

Até que um belo dia, depois de um passeio de bike com um casal amigo resolvemos parar e ficar por ali. Foi a melhor coisa que fizemos.

Tão bom que repetimos a dose uma semana depois com a família e amigos.

P9083737

Na primeira visita escolhemos sentar na parte de fora do restaurante (sem fotos).

P9083728

Na segunda vez, como o tempo estava mais quente optamos pelo salão superior com ar condicionado.

P9083729

A comida é excepcionalmente superior aos outros árabes da cidade, fato.

A casa além de oferecer o serviço de buffet (R$89,00 por pessoa), oferece também o serviço à la carte que ao meu ver vale mais a pena pois os pratos são super bem servidos. Lá em baixo eu explico porque.

P9083746

Para começar os trabalhos, o marido desmaiando de fome pediu 1/2 porção de Mini esfihas de espinafre (R$12,00).

As esfihas estavam ótimas mas o imprescindível mesmo é que você peça Homus Tahine (R$26,00 ou 1/2 R$15,60).

P9083744

Se trata de uma pasta de grão de bico maraaaaaaaa acompanhada de pão árabe quentinho e à vontade. Enquanto houver homus no prato o garçom virá com uma fornada quentinha te servir.

Para ser sincera nunca havia comido uma pasta homus e um pão árabe tão delicioso como o deles. Para mim a refeição poderia parar por ali mesmo que estaria MUITO feliz.

Mas não parou né? Afinal os comilões tinham que almoçar.

Na primeira visita pedimos um prato que o restaurante só serve aos sábados e domingos: Palheta de Cordeiro no forno para 2 pessoas servido com arroz marroquino e batata assada com alecrim (R$80,00). Sem fotos.

 

No entanto nosso prato veio errado. Só descobrimos na segunda vez que estivemos lá, pois ao pedir o mesmo prato, vimos que se tratava de outro corte.

P9083752

Na primeira visita o que chegou à nossa mesa por engano foi Costeleta de Cordeiro Grelhada 2 pessoas (R$85,00) - Acompanhada de Homus, salada fatouch e arroz com lentilha (como opção batata frita, mas acho um absurdo a troca).

P9083751

Além da costeleta que chegou por engano também pedimos Kibe de bandeja (R$38,00) – Acompanha coalhada seca e salada Fatouch.

P9083748

Ambos pratos estavam muito bons e apesar da costeleta teoricamente servir 2 pessoas juntamos ao kibe e os dois serviram muito bem 4 pessoas. Todos comeram à vontade (O marido comeu até passar mal #prontofalei).

P9083750

A Costeleta vinha com um pão por baixo e um molhinho hummmm.

O kibe de bandeja vinha recheado de amêndoas recheadas e a coalhada seca azedinha deu um toque todo especial.

Na segunda vista aconteceu uma coisa curiosa: Eramos 4 adultos na mesa quando fizemos os pedidos. O mesmo kibe e a palheta de cordeiro.

Curta nossa fanpage no facebook

Os pratos chegaram à mesa no mesmo momento que um casal de amigos. Resolvemos que comeríamos o que havia sido pedido e aí então quando acabassem os pratos faríamos um novo pedido.

Para nossa surpresa os dois pratos serviram 6 pessoas. Não pessoas que passam mal de comer como o marido, mas serviu!

A palheta de cordeiro surpreendeu a todos. Ela desmanchava na boca e tinha um molho agridoce muito bom. O único porém é que, os acompanhamentos vinham em pouca quantidade. Mas depois de ter comido tanto pão árabe ninguém se importou.

Ambas experiência foram maravilhosas e certamente o Amir contará sempre nossa presença pois além da comida ser maravilhosa cada pessoa gastou em média R$40,00 por refeição. Esse preço está difícil de achar na zona sul carioca.

Dispensamos a sobremesa pois o Gerin nos esperava do outro lado do bairro.

Amir

Rua Ronald de Carvalho, 55

Copacabana, Rio de Janeiro

2 comentários:

  1. O que tem me assustado quando falo com alguém que mora no Rio é o preço dos restaurantes. Ontem saímos para jantar num restaurante em meio a um bosque, a comida de primeira e gastamos 25 euros por pessoa. Com vinho, sobremesa e limoncello!

    :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Allan os preços no Rio estão meio absurdos com certeza
      Se come em um restaurante bom por 25 euros (80 reais). Até na Zona Sul nas nunca no Leblon por exemplo.
      Domingo saímos para almoçar e sem entrada e sobremesa gastamos cada um 100 reais.
      Eu acho um preço alto para a minha realidade e a certamente da maioria das pessoas na cidade.

      Excluir

Booking.com
Pin It button on image hover