sexta-feira, 7 de março de 2014

Caça às Trufas–San Miniato–Toscana–Itália

Escrito por Dani Bispo

Uma das surpresas mais marcantes que tivemos nesta viagem foi o passeio de Caça às Trufas.

O convite partiu da blogger e guia de Turismo Deyse Ribeiro que é também autora do blog Passeios na Toscana. 

Ela é a representante oficial da Truffle in Tuscany aqui no Brasil e realiza um tour privativo em português de Caça às Trufas em San Miniato.

P1111688

O passeio começou com uma explicação do que é, e como nascem as trufas. Essa parte foi bem interessante pois nada sabíamos sobre essa preciosidade.

P1111656

-“A trufa é um fungo que vive sob a terra em simbiose com as raízes de determinadas árvores (carvalho, salgueiro álamo e tílias)”. explicou a Deyse.

A cidadezinha de San Miniato tem um micro clima especial que favorece o desenvolvimento das trufas o ano inteiro.

Existem várias espécies de trufas porém as mais encontradas naquela região são as trufas negras (maio a setembro), as trufas marzuolo (fevereiro a abril) e enfim as trufas brancas (outubro a janeiro). Essas últimas são consideradas o diamante da culinária por seu sabor e perfume inebriante.

P1111686

A trufa não pode ser cultivada e é muito difícil de ser encontrada na natureza. Para que a caça não fosse frustrante, contamos com os experts trufeiros Massimo e Salvatore (pai e filho) e, para reforçar a tropa o cãozinho Peppe.

P1111658

O cão é treinado para identificar a zona onde se encontra a trufa e depois escavar. O trabalho final fica para o trufeiro que segura o cão e a recolhe.

P1111667

Quando saí de casa falei para meus sogros que ia ter a sorte de encontrar uma trufa branca. Eles riram e disseram que seria difícil pois já havia passado da época.

Olha só que aconteceu:

Caça às Trufas–San Miniato

Imagens valem mais que mil palavras não é?

P1111677

P1111679

P1111683

Isabelle acompanhou tudo ao longe.

 IMG_7806

Depois de achar nossas trufinhas partimos para a parte da degustação.

A família de trufeiros tem uma cozinha onde eles ensinam técnicas de degustação para leigos como eu e para experts como chefs de cozinha.

P1111703

IMG_7810

IMG_7813

Nós aprendemos a fazer: Tartine di Mascarpone al Tartufo,

 IMG_7809

 IMG_7819

Crema di Ceci con tartufo marzuolo (creme de grão de bico ao tartufo),

IMG_7818

e Uove al Tartufo (ovos ao tartufo),

P1111717

e no final a melhor parte, a comilança.

P1111716

Infelizmente não colocaram para degustação a trufa branca que eu havia encontrado na caça pois antes de comer ela precisa ser lavada. A água forma uma camada impermeável que retira o sabor e o cheio. Dessa forma deve-se esperar secar por 30 minutos antes de degustá-la.

Além disso as trufas encontradas pelos trufeiros podem ser adquiridas à parte por um preço bemmmm mais em conta que em qualquer outro lugar.

Afinal são trufeiros oficiais como eles que recolhem as trufas e as vendem para os restaurantes onde pagamos caro para come-las.

Confesso que tanto eu como o marido amamos a experiência.

Antes do passeio não sabíamos nada sobre trufas e saímos de lá cheios de bagagem, inclusive com algumas informações importante:

- Quando você estiver em um restaurante e sentir ao longe o cheiro da trufas certamente podem ter colocado no seu prato mais aromatizante artificial (à base de metano e petróleo) do que propriamente as trufas.

As trufas exalam um odor sim, mas nunca a uma grande distância.

- Ah outra informação importantíssima é que trufa não é nada indigesta. O culpado pela indigestão é de novo os aromatizantes artificiais.

- Os aromatizantes artificiais estão presentes também no “azeites trufados”, “cremes trufados”, “méis trufados”, ou seja, esses produtos NÃO levam trufas.

Alguns alimentos contém trufas dentro mas é como se não tivesse pois ela não resiste e perde o sabor. A acidez do azeite “mata’' a trufa por isso o uso do aroma.

Essas são algumas informações que a gente aprende no passeio e na degustação.

Incrível não é? Amamos tudo que a Deyse e o pessoal da Truffe in Tuscany nos ensinou.

Se você se interessa por gastronomia, é um chef ou  apenas um comilão mesmo e vai para a Toscana, esse é um passeio que deve entrar na sua programação de viagem.

Para maiores informações escreva para a Deyse Ribeiro deyseribeiro@hotmail.com ou entra lá no site dela Passeios na Toscana que tem vários outros passeios legais.

Depois de todo esse aprendizado a Deyse ainda nos levou para almoçar no restaurante do Chef Stefano Pinciaroli onde foi servido um menu degustação de, Trufas!!

Um comentário:

  1. Ola Dani, obrigada por tudo. Foi um prazer receba-la aqui, nos divertimos muito.
    Espero reencontra-la numa próxima oportunidade por outras aventuras gastronômicas. Porque aqui tem gente que adora comer bem! hahahh
    Um abraço ao Marco e a Isabela também.

    ResponderExcluir

Booking.com
Pin It button on image hover